quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Fazendo Propaganda # 2

Meu último post do ano (Como se 2012 estivesse muito longe)

Guardians - Volume I - Luciane Rangel

O rabisco da autora, hahaha!

Marcadores de Página

Mais marcadores.

O Diário de Emily Christine - Luana Ciriaco

Em breve terei mais livros de outros autores independentes, e é claro, mais propaganda.
Um Feliz Ano Novo para todos e até 2012 ( Até parece que está tão longe assim).

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

(Resenha) O Diário de Emily Christine


Sinopse:
Depois de receber inumeras cartas anônimas, e ter sua irmã sequestrada. Emily é obrigada a correr contra o tempo, para salvar sua familia, e desvendar os segredos que rondam o seu nascimento.

Quando escolho um livro sempre sigo os seguintes passos: Leio o nome, a sinopse e se tiver, algumas resenhas. Nunca escolho um livro pela capa ou por ser escrito por alguém famoso. O único livro que já li de um escritor/apresentador/celebridade foi  "O Xangô de Baker Street" do Jô Soares, e só li porque vários amigos meus elogiaram.
Há três semanas estava navegando pelo site Clube de Autores vendo alguns livros, quando o nome de um chamou minha atenção.
Li a sinopse e comprei o livro "O Diário de Emily Christine da Luana Ciriaco.

A história é narrada pela protagonista Emily, uma adolescente de 15 anos, que mora com os pais e a irmã Sabrina. Emily é a típica adolescente que eu não fui. Nunca gostei do cara mais lindo da escola e não quis uma festa de 15 anos. O único detalhe que gostei em Emily foi o amor dela pela família.
O mundo de Emily começa a mudar quando no dia de seu aniversário, ela recebe uma carta anônima, e depois mais outra e outra. Então no dia em que ela vau a uma festa na escola, ela recebe uma ligação de irmã, mas não dá muita importância. Mal sabia que ao chegar em casa, ela descobriria que a irmã fora sequestrada.
É aí que a história começa a ficar legal. Telefonemas anônimos, pistas dadas pelo sequestrador e Emily jogada no meio de tudo isso.

O livro é muito bom e recomendo. Mas nem tudo é um mar de rosas. A autora cometeu três deslizes. Se eles não existissem a história seria perfeita.
Não gosto de puxar a orelha de outros escritores, pois apesar de ser também uma, não analiso o livro como escritora e sim, como leitora. E como eu vi que a Luana leva jeito para o suspense, vou dar umas dicas para ela deixar a história ainda melhor.

Deslize um: A autora não enrolou muito para fazer as cartas dois e três aparecerem. Estou reclamando porque ao receber a terceira carta, Emily tem um surto e se tranca no banheiro da escola. Eu adorei a cena, mas ela teria ficado melhor se a autora tivesse feito com que Emily fosse atormentada mais vezes antes desse acontecimento. Ficou meio Bum, rápido demais.

Deslize dois: Num determinado momento um personagem desaparece e aparentemente foi assassinado. Então fica aquele suspense Será que está vivo? Onde está o corpo? Mas isso não acontece, pois antes mesmo de você ficar com a dúvida, Emily menciona que o personagem desaparecido se casa com outro. E pela maneira que ela menciona, nem dá para você acreditar que o personagem fingiu a própria morte para fugir de alguma culpa.
O final ficou óbvio e para um livro de aventura/suspense não é legal.

Deslize três: Esse foi o deslize que menos me "irritou", mas como eu sei que há leitores muito chatos, que se encontram um erro de português começam a pintar a caveira do autor, vou citar os que encontrei, assim a Luana pode corrigi-los.

Acento no lugar errado. Capítulo tem acento agudo na letra I e não na letra A.
Confusão com as palavras Esta e Está
Esta é pronome demonstrativo
Está é verbo.
Erro ortográfico com a palavra Estante
No livro a autora escreveu Instante.

Não estou dizendo que a Luana é uma péssima escritora. Ela tem talento e muito, mas ela pode melhorar.

Onde Comprar: http://www.clubedeautores.com.br/book/49682--O_DIARIO_DE_EMILY_CHRISTINE

Blog da Autora: http://universo-liter.blogspot.com/

Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/208044

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

(Resenha) Ecos da Morte - Kimberly Derting


Sinopse:  Violet Ambrose tem dois problemas – o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade – Violet encontra cadáveres. Desde pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.

Resenha:  Fiquei em dúvida se fazia uma resenha para esse livro ou não.
Eu sempre leio livros de autores estrangeiros e quase todos eles são voltados para o publico adolescente. E vou dizer uma coisa. Como tem porcaria por aí.
A maneira como os autores veem os adolescentes é triste, principalmente as meninas. Parece que elas só pensam em maquiagem, revista Capricho e Justin Bieber.
E como tia de dois adolescentes, isso me deixa louca. Meus sobrinhos têm opinião e muita.
Quando comecei a ler Ecos da Morte (O primeiro livro da série The Body Finder), pensei que seria mais um livro com uma garota songa-monga "apaixonada" pelo melhor amigo. Mas o livro me surpreendeu. Pela primeira vez uma autora consegue descrever a adolescência de uma maneira palpável.

O livro conta a história de Violet, uma garota capaz de encontrar pessoas mortas, que não receberam um enterro decente. Ela pode ver e ouvir o rastro deixado pelos mortos e não apenas isso, mas também o rastro deixados em seus assassinos.
As coisas começam a ficar feias, quando um serial killer aparece na cidade e começa a sequestrar e matar garotas jovens. Então Violet decidi usar suas habilidades para encontrá-lo.

O enredo lembra um pouco o filme "O Colecionador de Ossos". Ele tem um pouco de suspense, romance e dramas da adolescência.
Mas as minhas partes favoritas são:

A maneira como a autora trata o assunto "Apaixonada pelo melhor amigo". Violet e Jay são realmente amigos e realmente apaixonados. A amizade deles existe há anos e não há interesses egoístas.
Outra coisa que gostei foi a cena em que Violet vai até o cemitério para captar o eco de uma das garotas assassinadas. A forma como a protagonista se sente é como eu me sinto quando vou a um. Um lugar frio e cheio de vibrações estranhas.

O único ponto "negativo" do livro, é que não parece uma série de livros. Não fica nenhuma pergunta no ar.

Os outros livro da Série:

Ecos da Morte - The Body Finder
Desejo dos Mortos - Desire of the Dead
The Last Eco - Sem tradução para o português. O título pode ficar assim: O Último Eco.
O nome do quarto livro ainda não foi divulgado

Site da autora: http://kimberlyderting.com/

domingo, 18 de dezembro de 2011

(Sorteio) A Insígnia de Claymor - Resultado


Boa Tarde! Vamos ao resultado.
A vencedora é...

Aoyagi Ritsuka

Parabéns!
Agora peço a ganhadora que envie um e-mail para catalinabmx@gmail.com com o endereço para a entrega.
Por favor não demore, pois eu quero enviar o livro já na segunda ou no máximo terça-feira. Assim o seu prêmio chega antes do Natal.

Papai Noel existe!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

(Resenha) Cartas de Siracusa

Sinopse:
Os maiores acontecimentos da humanidade sempre se iniciaram de forma sorrateira e calculada. Não seria diferente para Rachel Atkins desta vez. Quando um misterioso assassino invade toda a rede mundial de computadores divulgando cartas contendo segredos de Estado, Rachel se vê no centro de um macabro círculo de assassinatos e segredos seculares. Tendo como pano de fundo a Agência de Segurança Norte-Americana, paixões e perseguições internacionais, Cartas de Siracusa conta a história de Il Mittente, o homem que desafiou a humanidade e desvendou seu maior segredo: Sua própria história.

Antes de começar a resenha, tenho um pequeno comentário. Até agora dos livros do Circulo que já li, nenhum me decepcionou ou me causou algum incomodo. Pelo contrário, a cada segundo vejo que há ótimos autores no nosso país. Agora vamos a resenha.

Adorei Cartas de Siracusa. O livro tem um toque de Dan Brown ( Só espero que o autor não se ofenda a ser comparado com ele)

Se você gosta de uma boa investigação/ perseguição policial/ sequestros/ assassinatos e ainda um terrorista ligado em tecnologia, o livro é um prato cheio.

Logo no início ocorre um atentado contra o Papa. Com direito a explosão e o anel papal voando pelos ares. Apenas com essa cena o livro já aguçou minha "fome".

O atentado ocorre no mesmo dia em que o novo presidente dos Estados Unidos toma posse e um Cracker invade a rede mundial de computadores com uma carta, a primeira de três, que irão revelar a verdade.
Na primeira carta o terrorista chamado Il Mittente ataca em particular o Cristianismo, a biblia e Deus.

Como eu havia dito antes de começar a resenha, até agora nenhum livro me causou incomodo. Acredito em Deus, Jesus e não me senti ofendida com o que li. Talvez seja porque minha visão de Deus seja diferente. E nem vou explicar, porque ela diz respeito apenas a mim.

Não sou besta e sei que algumas pessoas podem ler o livro e acabar ofendendo o autor. Dizendo que ele é ignorante e que não estudou direito o assunto.
Mas não se esqueçam que é uma obra fictícia e que alguns fatos podem ser verdadeiros e outros não, e apenas foram colocados no livro para dar mais emoção a trama.

Outro fato interessante do livro é a disputa que acontece entre as agências do governo FBI, CIA, NSA, Pentagono. Todos eles querem pegar o terrorista e até estão dispostos a puxar o tapete um do outro para isso.

Cartas de Siracusa causou em mim uma certa frustração, porque eu queria continuar lendo, para descobrir a idêntidade do terrorista e minha miopia ficava no meio. Mas valeu a pena e MUITO!

Gostaria de contar mais detalhes, mas aí seria Spoiler.

OBS: Quando falei que pessoas podem se ofender, não estava falando do Circulo.

Blog do Autor: http://www.douglasautor.wordpress.com/
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/131883