terça-feira, 29 de maio de 2012

Meu Primeiro Selinho


Olá! Recebi esse selinho do blog Estante de Livros do Junior Nonato e que por sua vez recebeu do blog Paradise of the Truths. E não é que ele combina comigo.
Deixei meu vício por livros me dominar tanto, que agora tenho uma pilha interminável para ler. E que a cada mês ganha novos membros.

Para ganhar o selinho é preciso seguir algumas regras:

1°. Responda as perguntas abaixo:

Qual a quantidade de livros comprados/ganhados e não-lidos que você tem na fila atualmente?

Comparado com outros, minha fila é modesta, apenas 26.

Como ou porquê motivo você chegou a essa quantidade?

Vício mesmo e falta de noção. Se vejo uma promoção e tenho dinheiro, vou lá e compro. Fora os livros que pego emprestado e ganho de presente.

Você tenta se controlar para não comprar muito (e aumentar o tamanho da fila), ou não se importa com isso e compra quando tem oportunidade/dinheiro/vontade?

Se tenho dinheiro, eu compro. Não me importo, pois sei que um dia vou ler todos. Eu sou otimista.

 Nos últimos meses, a sua fila está tendendo a aumentar ou diminuir?

Aumentar, com certeza.

 Quantos livros em média você compra/ganha por mês?

Neste mês (Maio) eu me exaltei. Comprei seis livros, mas em média é um livro por mês.

2°. Link o blog que te enviou o Meme/Selinho:
http://estante-delivros.blogspot.com.br

3°. A Lia quer saber as suas respostas:
  Deixe um comentário no post http://verbo-ler.com.br/2012/05/meme-fila-de-livros-nao-lidos/ do blog Verbo: Ler, avisando que respondeu o meme, com o link do seu post.

4°. Repasse para 5 ou mais blogs.

Blog Suellen-San
http://suellen-san.blogspot.com.br/

Blog Josiane Veiga - Livros
http://www.fic-lovers.blogspot.com.br/

Blog Guardians
http://www.livro-guardians.blogspot.com.br/

Blog Sozinha com os Livros
http://www.sozinhacomoslivros.blogspot.com.br/

Blog Joicy Santos
http://joicy-santos.blogspot.com.br/

quinta-feira, 24 de maio de 2012

(Resenha) Os Dragões de Titânia: A Batalha de Argos


Sinopse: Quando Telus, um anão fazendeiro, saiu por aí em busca de aventura, nunca imaginou que arrumaria tantos inimigos. Felizmente, não estava sozinho. A ele se juntou um mago que sempre dormia com um olho fechado e outro aberto, um centurião alcoólatra, uma maga politicamente engajada em derrubar o governo, um pugilista aposentado e sem noção, uma freira que amava um profano, um guerreiro que desconfiava da própria sombra, uma noviça rebelde que não sabia cantar e um elfo que se tornaria seu maior desafio. Se você tiver coragem de prosseguir irá conhecer uma história de magia e heroísmo repleta de seres fantásticos e dragões. E é sobre dragões que eu gostaria de falar. Sobre dragões e sobre 12 Armas Mágicas criadas por eles para combater um inimigo de toda a criação. Também sobre uma família que se formou sem ter nada em comum. Igualzinha a sua.

Resenha:

Este é mais um livro que comprei no Salão do Livro de Guarulhos - Que eu quase não comprei.
Tinha 22 reais no meu bolso e com a dúvida: Compro outro livro ou guardo o dinheiro?
Já estava quase voltando para casa, quando decidi entrar no estande da Editora Escala. Olhei umas revistas, quando vi um livro que tinha um elfo na capa todo garboso. E como eu gosto de uma piada. Peguei o livro, mostrei para minha sobrinha e disse... "Olha! Legolas!".
Depois da piada, abri o livro e li a sinopse e como ele trazia duas coisas que adoro: Fantasia e Humor comprei.

O livro correspondeu a todas as minhas expectativas. Ele é recheado de aventuras, surpresas, dor, traição e é claro, humor.
Vamos a trama:

Os Dragões de Titânia se passa na Ilha de Argos, que foi dominada pelo tirano Ricardus I ou simplesmente Barão. Aliado a um velho bruxo, ele cria um exercito de armaduras mágicas, escraviza a população da ilha e Dragões.

Então um grupo muito incomum se junta para derrotar a tirânia do Barão. Cada membro deste grupo tem suas peculiaridades. Um anão pavio curto (Telus), uma maga gente boa (Miranda), Outro mago, louco por uma aposta, fujão e paranoico (Khosta), um elfo boa pinta (Cronus), Um rapaz, que a princípio só queria encontrar um tesouro (Peter Paul), um centurião que adora uma birita (Alambique), uma elfa macha (Lerandra) e uma freira cheia de atitude (Galileia).

O livro começa com um cerco contra o Barão, o Velho Bruxo e as armaduras fantasmas.
Para aqueles que são lerdos ou leem sem atenção podem ficar meio perdidos. Pois o autor faz uma narração hora no passado, hora no passado. Eu achei incrível. Adoro livros assim. Sei lá... Faz o leitor pensar. Coisa que eu sinto falta em alguns livros, que são mastigados e cuspidos.

Durante o cerco uma amiga do grupo acaba sendo morta. Com isso o grupo se divide em dois. Um grupo decidi levar o corpo da amiga para receber um enterro apropriado e o outro decidi procurar por ajuda para expulsar de vez o barão.

Durante a viagem, mais membros são adicionado ao grupo como: Um ex-pugilista tagarela e sem noção (Sylvester), uma noviça (Diane), um guerreiro bom de briga e desconfiado (Shokozug) e Ed maõs-leve, acho que o nome já diz tudo.
E é durante essa viagem que coisas estranhas começam a acontecer. Armas mágicas aparecem para ajudar o grupo, um livro, que muda de idioma conforme o dono, uma rainha misteriosa, que você não sabe se ela quer ajudar ou complicar ainda mais a vida de todos. Não sei porque , mas eu senti um toque de Star Wars.
Não achei que a história demorou para pegar no tranco. Afinal o livro é recheado de batalhas e mistérios. E como eu já disse no início, se o leitor for um pouco lerdo talvez não entenda a trama.

Em resumo: Adorei! Adorei!
Para alguns pode parecer que eu me repito nas minhas resenhas. Mas o que posso fazer? Só leio livros de autores nacionais muito bons. Ou eu tenho muita sorte, ou há uma nova safra de escritires maravilhosos. Agora vou esperar pelo volume dois.

Blog do Autor: http://dragoesdetitania.blogspot.com.br/
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/184227/
Onde Comprar: http://www.linhastortas.com/

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Promoção Relâmpago - Marcadores

Quando eu fui ao Salão do Livro de Guarulhos, há mais ou menos duas semanas. Eu ganhei vários marcadores da Giz Editorial.
Minha intenção era fazer um sorteio, mas eu sei que algumas pessoas não se interessam muito por marcadores. Então vou fazer uma promoção relâmpago. É só escrever a frase "Eu quero!" e os marcadores serão seus.

Preparei três kits, portanto para três ganhadores diferentes.

Cada kit contém:

1 marcador Kaori da autora Giulia Moon
1 marcador Kaori 2
1 adesivo Kaori
1 Cartão do livro Amor Vampiro (Um livro de contos com diversos autores como: Adriano Siqueira, André Vianco, Giulia Moon, Martha Argel, J. Modesto, Nelson Magrini e Regina Drummond)


Dentro do cartão há um trecho de um poema de William Shakespeare.

Poema:

"Assim que se olharam, amaram-se;
assim que se amaram, suspiraram;
assim que suspiraram,
perguntaram-se um ao outro o motivo;
assim que descobriram o motivo,
procuraram o remédio."


Lembrando que os três primeiros a comentar no post com a frase "Eu quero!" levam os marcadores.

Logo após postarem a frase, mandem um email para catalinabmx@gmail.com com o seu endereço para o envio.

Boa sorte!






Vou Ler em Breve

Livros que adquiri na semana passada.
Dois deles têm o mesmo nome, mas com tramas totalmente diferentes.

Redenção - Lívia Lorena

Redenção - Josiane Veiga

A Senhora das Montanhas - Josiane Veiga


Depois que eu acabar de ler  Os Dragões de Titânia, vou escolher qual destes três vou ler primeiro.
Oh! Dúvida cruel! Acho que vou na base do palitinho.

Para que vocês entendam minha aflição, "Redenção" da Lívia, eu comecei a ler pelo Bookess. Li apenas os 2 primeiros capítulos. Quando eu soube que ela iria publicar pela Editora Dracaena, eu fiquei doida. Ler pelo PC, pra mim ao menos, é uma tortura. Agora eu tenho ele impresso. O "Redenção" da Josy é outro que eu estou louca pra ler. Quando acabei de ler "Rendição", eu fiquei em estado vegetativo (Tá bom, exagerei) Eu quero saber o que vai acontecer com os rapazes da banda Jishu. E "A Senhora das Montanhas" é o primeiro livro de Spin-off de Guardians. É de uma das minhas personagens favoritas da série e foi escrito pela Josy. E eu gosto do que essa mulher escreve.

Eu nunca fiquei dividida entre dois amores. Mas eu só faço "Triangulo Amoroso" com os livros que quero ler.


quinta-feira, 17 de maio de 2012

(Resenha) Fábulas ao Anoitecer - Georgette Silen


Sinopse: Você sabe o que acontece na escuridão da noite? Que mistérios se escondem sob a luz do luar? Fábulas ao Anoitecer é uma seleta de narrativas fantásticas que têm como cenário principal o manto da escuridão, que assume seu reinado após o pôr do sol. Terror, amor, magia, criaturas fantásticas como fadas, bruxos, dragões, elfos, e até ficção científica surgem de suas páginas. Mitologia e lendas folclóricas mundiais são revisitadas e conduzem o leitor pelo maravilhoso mundo da Literatura Fantástica Brasileira. Fábulas ao Anoitecer é para ser lido debaixo das cobertas, com lanternas acesas, num clima de mistério e segredo. Mas tome cuidado com as janelas. Mantenha-as bem fechadas...
Resenha:


Como todos estão cansados de saber, eu amo literatura fantástica e autores nacionais (Independentes). Então na semana passada fui a um evento literário aqui na minha cidade (3º Salão do livro de Guarulhos). Fui ao salão com a intenção de encontrar algum livro de autor nacional. Não queria os autores clássicos ou badalados, como: Paulo Coelho ou Jô Soares. Queria os independentes, que é claro é muito difícil de encontrar. Mas para minha sorte encontrei três livros e até conheci pessoalmente a autora Georgette Silen.


Ela se aproximou da minha sobrinha para falar do livro dela e enquanto ela falava, o comichão da viciada em livros me dominou. Era um livro de fantasia com fadas, elfos, dragões e histórias horripilantes. É claro que eu não ia perder. Então comprei o livro. E que livro!


Nele você vai encontrar 11 contos com criaturas mágicas e da noite.
Agora vou falar um pouco de cada conto (Eu sei, a resenha vai ficar longa. Não reclamem)


Até Que Os Anjos Nos Separem: Neste conto vemos 4 amigas brincando com forças ocultas. Tudo para descobrir quem irá convidá-las para o baile de formatura. E pensar que quando eu tinha 16 anos eu e umas doidas (Minhas amigas) também brincamos com uma tábua de ouija (Ui! Medo!).

Olhos do Dia e da Noite: Neste conto vemos uma fada, um ladrão, um elfo atrás do tesouro de um dragão, que já matou diversos pretendentes.
O conto me lembrou um pouco o mito de Perseu e o Minotauro. Um labirinto misterioso e escuro.

O Anel e a Pérola Solitária: Neste conto vemos Moira, uma garota de 15 anos, que ouve vozes a noite enquanto dorme.
Ela foi criada pelo pai, que sempre lhe contava histórias de fadas.
Na manhã de seu aniversário de 15 anos, ela é humilhada pelos seus colegas de escola e então ela joga uma praga sobre eles que se realiza.

Jack: Neste conto vemos um rapaz chamado Jack, que faz um pacto com o Senhor dos Mortos – Samhain.

A Princesa de Mangaleão: Neste conto vemos o mundo mágico de Azurath e suas 12 ilhas, mas em particular a Ilha de Mangaleão. Governada por um rei justo, mas sem filhos. O conto me lembrou um pouco As Crônicas de Nárnia.

A Senhora do Lago: Neste conto vemos uma nova versão da história de Excalibur, mas com um toque de ficção cientifica. Apesar de ser uma mistura inusitada foi muito criativa.

Uma Quase Tragédia Grega: Neste conto vemos a história de Medusa – Sim, Medusa da mitologia grega. Ela e suas irmãs abandonam a Grécia e vem para o Brasil. Novamente muito criativo.

O Holandês Voador: Neste conto vemos piratas e navios fantasmas.

A Menina dos Fósforos: Confesso que dois dos 11 contos me assustou. E este foi um deles. O conto me lembrou um pouco a Série de Tv Sobrenatural, com um fantasminha nada camarada.

Alquimia Perfeita: Esse conto também mistura ficção cientifica com um personagem lendário.

A Folha Em Branco: De todos os contos esse é o meu favorito (E o outro que me assustou).
Ele conta a história de Alice, uma escritora que está sofrendo da crise: Falta de Imaginação.
Então numa noite em que ela tenta vencer a crise seus personagens saem das páginas e decidem bater um papinho com sua criadora.
Agora uma confissão de escritora: Se isso acontecesse comigo, eu teria um papo cabeça com os Saint-Claire, mas desse de cara com a Charlotte, sairia correndo feito uma louca pela rua.

Página de Livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/218452

(Resenha) Dezesseis Luas - Beautiful Creatures #1 - Kami Garcia, Margaret Stohl



Sinopse: Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona.

Resenha:

Para quem não sabe, eu gosto de fazer resenhas de dois tipos de livros Autores nacionais independentes e livros estrangeiros, que acrescentam algo útil na vida do leitor.
Vou ser sincera. Hoje em dia a qualidade dos livros estrangeiros decaiu muito, principalmente os que são voltados para o publico infanto-juvenil. Então quando eu leio qualquer um que saia do lugar comum, eu faço uma resenha, mesmo que ele já tenha várias.
Comprei o livro Dezesseis Luas há mais ou menos seis meses e o encostei na minha pilha de livros. Agora que li, me arrependo de não ter pego o coitadinho antes.
O livro é muito bom. Não é cansativo como li em algumas resenhas. Ele é cheio de detalhes? Sim. Mas foi isso que enriqueceu a trama.

As autoras não entregam o ouro logo nos primeiros capítulos. Dezesseis Luas não é igual aos livros que é só você ler as cinco primeiras páginas e já sabe tudo. A cada capítulo temos mais revelações e novas perguntas.
Outro ponto positivo é que a história é narrada em 1ª pessoa e por um garoto. Isso mesmo, é um cara que narra os acontecimentos. O que é raro, já que livros que contém um casalzinho apaixonado são narrados por mulheres.
Agora vamos a trama:


Dezesseis Luas conta a história de Ethan Wate, um cara popular, mas simpático e não é metido a gostosão. A vida de Ethan é calma, monótona, até o dia que ele começa a sonhar com uma garota que ele nunca viu na vida. Então um dia ele descobre que a garota existe de verdade e se mudou para a cidade onde ele mora e também para a escola que ele frequenta.
A partir daí as coisas ficam agitadas, tanto na vida de Ethan quanto na cidade de Gatlin. Uma cidade calma, até chata, onde nada acontece. Mas conforme a trama segue, vamos descobrindo que existe um mundo secreto em Gatlin.
Um dos pontos positivos na trama foi a maneira como as autoras abordaram a história de amor entre Ethan e Lena. Muito diferente do que em outros livros.
Você não vai ver dois adolescentes babacas, que não estão nem aí para os pais. Afinal, Ethan e Lena são praticamente órfãos. Lena não tem pais, apenas um tio “maluco” e Ethan perdeu a mãe nem acidente e o pai sucumbiu a tristeza. Ele fica trancado no escritório, escrevendo e fala muito pouco com o filho.
Dezesseis Luas traz boas doses de romance, investigação, mistério e bruxaria. Vale a pena ler.



sexta-feira, 11 de maio de 2012

Salão do Livro - Guarulhos

Olá! Hoje eu fui com a minha sobrinha no 3º Salão do Livro de Guarulhos e aconteceu um milagre.
Consegui comprar três livros de autores nacionais. O que é raro, já que é difícil encontrar livros nacionais em feiras com essa.

Também conheci a autora Georgette Silen, tirei uma foto, comprei um livro dela e descolei um autografo.

Vamos as fotos:




Eu e a autora Georgette Silen

 Fábulas ao Anoitecer - Georgette Silen

Amor Vampiro - Contos com Vários Autores

Os Dragões de Titânia - Renato Rodrigues


Agora um recado malcriado:

Para os chatos de plantão, que não compram livros de autores nacionais. Saibam que eu gastei menos de trinta reais em cada livro.

Viu! Há livros nacionais em conta.


segunda-feira, 7 de maio de 2012

Lua Escarlate e Música

Oi! Já faz um tempo que não falo sobre minha primeira cria (Lua Escarlate)
Ultimamente, ando sendo uma mãe muito desnaturada, estou envolvida com novos projetos e estou deixando meu primogênito abandonado. Para compensar decidi falar de algo que está presente na série: Música.

Adoro escrever ouvindo uma música e bebendo chá.
Enquanto escrevia Lua Escarlate tive vários momentos de branco, sem ter ideia do que escrever. E foi aí que a música entrou.

Estava ouvindo o CD da banda Nightwish e quando tocou a música "For the Heart I Once Had" tive a ideia para o passado da Grace. E a cada música que eu ouvia, mais ideias surgiam.

Não foi só Nightwish que me inspirou, mas diversas bandas como:
Evanescence, Within Temptation, 30 Seconds to Mars, Unsun, H.I.M, The Rasmus, Nickelback e por aí vai.

Agora vamos as músicas que combinam com o primeiro livro - Lua Escarlate - Livro I Água/Vinho.

Nightwish -  For The Heart I Once Had 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=1bZN_4NkbUo

Unsun - Destiny 
Link youtube http://www.youtube.com/watch?v=HwcIHpCV1Qg

Paramore  - Hallelujah 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=lJfLpR62F6g

Evanescence - Anywhere 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=VNOtGXUe8Oc

Nightwish - While Your Lips Are Still Red 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=9lDhZJMyM_4

Within Temptation -  Final Destination 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=x5eqTqWTQzA

30 Seconds to Mars - Savior
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=bUV5ev0SCgg

Lacuna Coil - Trance Awake 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=Cqck230bY3Y

Lacuna Coil - Senzafine
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=g8QMAMsId1U

Kamelot - Abandoned 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=F88G4itQyds

Tokio Hotel - Rescue Me 
Link youtube:  http://www.youtube.com/watch?v=4K5nTS1_s58&feature=fvst

Kamelot - Un Assassinio Molto Silencioso
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=vfnt6Go64v8

Bif Naked - Vampire 
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=SfJHiF_GjU0

 30 Seconds To Mars - A Modern Myth
Link youtube: http://www.youtube.com/watch?v=evZKQKhxWlw

sexta-feira, 4 de maio de 2012

(Resenha) A Estrada da Noite


Sinopse: Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.
"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.

Resenha:

Já li diversos estilos, mas até uma semana atrás, nunca tinha lido um livro de terror. E que livro!
Se você quer sentir medo, angustia, ansiedade e choque "A Estrada da Noite" vai corresponder as suas expectativas.
O autor soube misturar rock e terror muito bem.

Na história vemos Jude (Justin ou Judas) um ex-astro do rock vivendo numa fazenda ao lado de um assistente puxa-saco, uma namorada gótica e dois cachorros.

Jude tem dois fetiches. Um - ele adora namorar garotas góticas e dá a eles nomes de estados como: Georgia, Flórida, Alabama. Dois - ele também ama colecionar objetos com o histórico macabro. E é aí que ele dança.

Louco por coisas macabras, ele acaba comprando um paletó assombrado, mas ao contrário de seus outros objetos macabros, este realmente é.

Jude passa a ser assombrado pelo fantasma do paletó, que fica sussurrando palavras em seu ouvido, na intenção de fazê-lo cometer o suícidio.

Se você não gosta de ver cenas fortes, não recomendo o livro. Já vi algumas resenhas em que as pessoas diziam ter achado algumas cenas grotescas. Elas fazem esse comentário porque tudo que choca causa raiva. Ou elas não entendem o espirito da coisa.

É um livro de terror e como tal deve causar choque e medo.

Além do susto "A Estrada da Noite" mostra o universo rock n' roll e a decadência dos astros. Ao decorrer do livro vemos a menção a bandas como AC/DC, Guns n' Roses, Motley Crue, Foo Fighters, Nirvana e My Chemical Romance.

Recomendo e muito.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Quem vê cara, não vê coração.

Como tinha dito no post anterior, sou viciada em livros e sempre que encontro uma promoção compro um livro (É claro, se eu tenho grana).

Apesar da minha mania por livro, nunca comprei um pela capa.
Sempre que compro um livro, vou direto na sinopse. Se ela é interessante, então entra para minha lista.

O motivo que  me leva a escrever este post malcriado. É que hoje vi uma resenha para um livro que eu adoro. Quase todas as resenhas que eu leio são maravilhosas, muito bem escritas. A de hoje não foi mal feita, pelo contrário, o resenhista foi incrível. O que me deixou chateada foi... A mania de avaliar o livro pela capa.

O resenhista disse que se ele tivesse encontrado o livro numa livraria convencional, nem teria se interessado pela obra. O que ao meu ver é um crime. Pois ele deixaria de passar horas maravilhosas.



Eu não acho a capa de "A Insígnia de Claymor" inadequada. Você pode até ficar sem entender o por quê há três personagens na capa e que eles se parecem com personagens de anime. Mas basta ler para ver que a capa combina. Jehanie até está usando um vestido verde, como na história e Alexei tem cara de bom moço, mas só cara.

Minha sobrinha estuda artes e ela também faz desenhos. E de acordo com ela, a capa combina. É claro que você precisa ler primeiro para dizer isso.

Dê uma olhada na resenha do livro: http://www.catalinaterrassa.blogspot.com.br/2011/11/resenha-insignia-de-claymor.html

Eu já li livros com capas lindas e bem feitas, mas o conteúdo deixava a desejar. Como por exemplo Fallen da autora Lauren Kate e Strange Angels da autora Lilli St. Crow.




O problema dos leitores é que eles leem com os olhos e com status.
Se o livro recebe uma revisão profissional  (Que muitas vezes está cheia de erros). Ou uma capa maravilhosa, eles vão lá e compram. Nem se preocupam em ler a sinopse ou resenhas.

O mundo é realmente maravilhoso.