sábado, 6 de outubro de 2012

(Resenha) Senhora Liberdade - Márcia A. Canivello


Sinopse: Lisa fora criada por sua família cercada de muita proteção e carinho, mas isso não foi empecilho para que tomasse a decisão de sair de casa e morar sozinha com sua amiga Vick num pequeno apartamento na grande cidade de Toronto. Ela precisava amadurecer, criar sua própria identidade e correr os riscos atrás de seus ideais. Tudo estava dando certo até encontrar Scoth, um homem admirável e sedutor, porém cheio de atitudes e complexo demais. Mesmo fugindo da atração física que sentia por ele, era impossível negar a força desse sentimento, até porque trabalhavam juntos e sua relação profissional prosperava cada vez mais.
Lisa irá descobrir o outro lado do homem por quem se apaixonara, porém terá que enfrentar um grande problema: ele não era livre para amar.
A relação afetiva e extremamente sensual lhes mostrará que são pessoas especiais, que se completam e que o destino reservou-lhes uma surpresa.


Resenha: 

Crepúsculo, Fallen, Hush, Hush e 50 Tons de Cinza.Coisas que eles têm em comum:
São voltados para o público feminino, tem como protagonista uma mulher, todas, menos Fallen são narradas em 1ª pessoa, a heroína é uma garota songa-monga sem amor próprio e todas foram escritas por mulheres.
E aí eu me pergunto... Por que raios essas escritoras retratam seu sexo de forma tão negativa? E acreditem, isso não é um privilégio das escritoras estrangeiras. As nacionais também fazem isso. É claro numa intensidade menos negativa.

Então quando comecei a ler "Senhora Liberdade" pensei que me depararia com a mesma coisa. Um cara lindo, rico , perfeito, que se apaixona de forma inexplicável pela heroína songa-monga. Ainda bem que ficou só no pensei.

Lisa Karen é uma menina romântica? Sim. Ela se apaixona pelo cara lindo? Sim. Ela só o ama sem amar a si mesma? Não. Ela faz tudo que ele manda? Não. 
Romântica, apaixonada não são sinônimos de idiota e submissa.

Finalmente encontrei um livro romântico, escrito por uma mulher e que não agride, nós, mulheres.
"Senhora Liberdade" conta a história de Lisa, uma garota de vinte e poucos anos que tem o sonho de crescer profissionalmente e por causa desse sonho ela vai trabalhar como secretária numa grande empresa de seguros.
Logo no 1º dia de trabalho, ela conhece Scott, um homem lindo, charmoso e bem sucedido. Mas o 1º encontro entre eles não é um dos melhores.
Scott dúvida da competência de Lisa, o que causa raiva a moça, que para provar se dedica intensamente ao trabalho, o que acaba causando problemas. Logo as outras funcionárias começam a desconfiar que ela está tendo um caso com Scott.

As coisas pioram quando ela é escalada pelo próprio Scott a acompanhá-lo a uma viagem de negócios ao Japão. E é durante essa viagem que as coisas começam a ficar mais quentes entre eles.

Lisa tenta resistir as tentações, principalmente por Scott ser seu chefe e por estar noivo com uma mulher muito da nojenta.
Num momento de impulsividade e loucura, Lisa cede as tentações. Ela decide que chega de ser certinha e se entrega a paixão, mesmo sabendo que assim que eles voltarem para casa tudo estará terminado.

Apesar do amor que Lisa sente por Scott, ela se recusa a ser dominada por ele, que por muitas vezes fica louco de ciúmes.
O livro tem alguns pontos que o diferenciam de outras histórias.
Scott é lindo, charmoso e bem sucedido, mas é um ser humano cheio de defeitos e inseguranças. Em nenhum momento Scott tenta dar a Lisa presentes caros. Ou mostrar que ele é rico, poderoso e que está por cima da carne seca.

O único ponto negativo (Se é que se pode chamar assim) é que a história demora um pouco para pegar ritmo.
É preciso ter paciência, pois no início eu pensava que o livro seria igual a tantos outros. Mas depois que você passa alguns capítulos (Mais precisamente os 5 primeiros) você se dá conta que os protagonistas são mais reais.

2 comentários:

  1. Gostei! É diferente apesar de não ter lido os livros citados antes da resenha, mas sabe que gosto de sua forma de resenha... Porque você é verdadeira e fala o que acha mesmo que isso seja diferente dos outros.

    Beijos e sorte!

    ResponderExcluir
  2. Oi, linda. Obrigada por ler o livro e fazer essa resenha muito boa.
    Desejos de sucesso e felicidades. Beijinhos no coração.

    ResponderExcluir