domingo, 30 de dezembro de 2012

Último Chilique do Ano


Em 2012 vi vários absurdos envolvendo autores nacionais: Dono de editora gritando com autor/cliente no meio da Bienal, autor sendo expulso do estande - também na Bienal, autor sendo sacaneado pela editora a respeito dos direitos autorais, blog literário sumindo com livros de Book Tour. Enfim... A lista é enorme, mas nenhuma delas se compara a falta de consideração que alguns colegas tem com o nosso trabalho.

Ontem deixei o grupo Escritores Brasileiros (Facebook). Motivo: A chatice de alguns colegas que querem proibir a propaganda dos outros colegas.

Sempre digo que nós autores independentes estamos no mesmo barco e prejudicar o outro colega não nos torna mais inteligentes, legais, ou venderemos mais e teremos milhares de leitores. Pelo contrário, vai apenas nos prejudicar e nos deixar com a fama de frescos.

Para que meus digníssimos colegas entendam de uma vez por todas, vou me usar como exemplo:

Há dois meses (+ ou - ) lancei a promoção 100 curtidas da página do meu livro. Divulguei a promoção pelos grupos no Facebook, Skoob e Twitter. Meus amigos e familiares também divulgaram diversas vezes pelas redes sociais. Agora sabem quanta vezes a editora divulgou? Três.

Vou dar um desconto, afinal a editora é pequena e não deve ter tantos funcionários. Mas... E as outras, como por exemplo: Novo Século, que acredito tem mais funcionários.

E não estou querendo dizer que é apenas a editora que tem que divulgar. O trabalho de divulgação deve ser feito em conjunto. Entre autor e editora. Mas o que eu vejo é o autor com ele mesmo.

Neste mês comprei três livros de autores que publicaram pela Novo Século:

Adeus à Humanidade - Márcia Rubim
Eu, meu pai e meus outros amores - Lilian Reis
A Última Nota - Lu Piras e Felipe Colbert

Só conheci os autores porque eles divulgam em peso pelas redes sociais.
Sabem quantas vezes vi a Novo Século divulgar? Nenhuma

Agora imaginem  se proibirmos os autores de divulgar... Não vamos conhecer novas obras e elas serão mais difíceis de chegar ao público.

Tem muita gente que reclama da autora Lilian Reis. Até já vi alguns colegas dizendo que ela não tem semancol, por divulgar em demasia sua obra.

Olha, não é por nada não, mas isso tem um pinguinho de inveja. Inveja (Que eu também partilho, mas a minha é mais saudável) do tempo que ela disponibiliza nas suas divulgações, enquanto os outros autores só ficam reclamando por aí, que sua obra não vende e outras chatices.

Uma vez no próprio grupo "Escritores Brasileiros" vi o comentário de um autor dizendo que achava divulgações em massa falta de educação e que espantavam os leitores. Novamente, não é por nada não, mas divulgação pingada não funciona comigo (E com outras pessoas que conheço) Até porque não entro todo o santo dia no Facebook e acabo deixando algo passar. Agora as divulgações em massa são mais fáceis de se visualizar.

Concordo que propagandas repetitivas as vezes enche o saco (Depende da Propaganda), mas isso é a mágica da publicidade, fazer lavagem cerebral. Afinal, eu tenho certeza que esse cara que tanto reclama no grupo já comprou uma latinha de coca-cola ou guaraná, só porque viu ou ouviu a propaganda e de repente deu vontade de beber.
Atire a primeira pedra quem nunca comprou algo motivado por uma propaganda.

E para terminar: Não proíbam as propagandas. Elas são necessárias. Não limitem ainda mais o nosso espaço, que já é pequeno. 



3 comentários:

  1. Gostei e qualquer coisa é só pedir que ajudo na medida do possível só não faço milagres.

    ResponderExcluir
  2. Isso não lembra a briga que tive com autores do CDA que reclamavam que não vendiam? Eu sugiri booktours, postagens no face, no twitter, etc. e fui escurraçada pq eles "não tinham tempo".
    Concordo totalmente com vc, que vão todos se catar!

    ResponderExcluir
  3. Olha Cat... Eu concordo com você. Gosto de publicação, quanto mais divulgação melhor... Agora depende da divulgação.
    Fico revoltado em ver grupos que fixam postagens do tipo:
    ''Faço revisões de livros por precinhos acessível, faço isso, faço aquilo... é tudo baratinho...'' Cara, o nome já diz tudo ''grupo'' e pessoas (administradores) se ''beneficiam'' com isto.
    :D Beijos

    ResponderExcluir