domingo, 13 de julho de 2014

(Resenha) Deslembrança - Cat Patrick



Sinopse: Toda a noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desapareceu de sua memória.
Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: Pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre a sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Resenha:

Este é mais um livro que me deixou confusa, na verdade, ele causou uma avalanche de sentimentos estranhos.
Primeiro, devo alertar, que apesar da trama confusa, a leitura flui bem e aos poucos as coisas começam a fazer sentido.

Vou tentar falar um pouco sobre a trama... London é uma adolescente, com uma “doença” ou problema de memória um pouco anormal. Enquanto ela dorme suas lembranças do passado e do dia se apagam e restam apenas as do futuro.
Para que fique mais claro, vou comparar o livro ao filme “Como se Fosse a Primeira Vez” com a Drew Barrymore e o Adam Sandler. London é como a personagem da Drew Barrymore, mas com poderes de clarividência. Acho que deu pra entender.

Apesar do dom bizarro, London tenta levar uma vida normal, vai para o colégio, aguenta a amiga chata, problemática e galinha, tem um namorado bacana e uma mãe dedicada.

Mas, quando ela começa a ver imagens de um suposto enterro, no qual está ela e a mãe. London faz de tudo para descobrir de quem é o tal enterro. Vou parar por aqui, senão vou soltar algum spoiler.

Agora vamos ao momento “Tô revoltada!”

O livro é muito bom, mas acaba deixando verdadeiros buracos negros. É sério! Você fica, mas e agora? Ele vai aparecer ou não? Tal personagem vai morrer mesmo? E você fica sem essas respostas, enlouquece e tenta arrancar todos os cabelos.

Agora vem a pior parte: Segundo a autora, o livro não tem continuação. Como assim? Não consigo entender certos autores. Uns escrevem o livro dão um final todo certinho, sem lacunas, mas o dito cujo tem continuação. Enquanto outros deixam crateras, e não tem nem um continho... Sacanagem!

Estou me sentindo igual quando sai do cinema após ver Thor 2. Vi a cena final antes dos créditos, depois da bendita eu e o meu amigo dissemos... Lascou!! Mas pelo menos acho que Thor vai ter continuação.

Mas apesar das lacunas, o livro é muito bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário