segunda-feira, 11 de maio de 2015

(Resenha) Se Eu Ficar - Gayle Forman


Título: Se Eu Ficar
Autora: Gayle Forman
Páginas: 224
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Aos 17 anos, a musicista Mia é uma adolescente como tantas outras. Tem pais amorosos, uma melhor amiga e um namorado apaixonado. Sua vida, no entanto, não é livre de escolhas dolorosas, como decidir se permanece fiel ao seu primeiro amor – a música –, mesmo que isto signifique perder seu namorado e deixar todos que ama para trás. 

Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio com a família e, em um instante, tudo muda. A última coisa que lembra é estar no carro com seus pais e seu irmão mais novo, Teddy, em uma estrada repleta de neve. De repente, está em pé fora do seu corpo, ao lado dos cadáveres de seu pai e sua mãe, observando ela e o irmão serem atendidos pelos paramédicos.

Enquanto tenta entender se está morta ou não, Mia é levada para um hospital, onde, com seu corpo em estado de coma, reflete sobre seu passado e tenta decidir se vale a pena lutar pela vida. Por meio dos flashbacks e dos pensamentos de Mia, o texto explora a vida da adolescente, sua paixão pela música clássica e sua forte relação com a família, com o namorado, Adam, e com a melhor amiga, Kim.

Resenha: 

Esta é uma resenha curta – Oh, milagre. Bem, a resenha é curta porque não tem muito o que falar. A trama é essencialmente a sinopse. Se eu contar outros detalhes vai ser spoiler. 

Com este livro eu cometi o pecado de ver primeiro o filme e depois fui atrás do livro. O filme, até pouco tempo achava mais ou menos, mas agora que li o livro, cheguei a conclusão de que o filme foi 90% fiel ao livro. 

É claro que tem algumas cenas alteradas, mas nada muito grotesco. 
A trama flui bem e gira em torno de Mia e sua vida com a família, amigos, namorado e sua paixão pela música. 

O final deixa várias lacunas para a continuação “Para Onde Ela Foi”. Se você gosta de um romance e de uma leitura rápida, daquela que você lê em um dia “Se Eu Ficar” é uma boa pedida. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário