sexta-feira, 5 de junho de 2015

Perguntas Frequentes



Todos os dias recebo recados dos leitores com diversas perguntas. Algumas são fáceis de responder e outras nem tanto. Mas três ou quatro perguntas sempre estão presentes: E as continuações? Quantos livros terá a Série A Chave Mestra? E Lua Escarlate? Por que você não publica por uma editora? Vamos por partes:

A Chave Mestra

Minha ideia inicial é escrever quatro livros, mais um conto.

Que são estes:

Entorpecida - Livro I - Já publicado
Luz Negra - Livro II - Já publicado
Aura (Conto narrado por Ian) 
Sacrifício - Livro III (Título Provisório)
A Guardiã - Livro IV

Planejo publicar Aura no início do ano que vem. Por ser um conto não sei se farei uma versão impressa. Livros com poucas páginas saem muito caros no Clube de Autores e fazer por uma gráfica também não vale a pena. Não quero ficar com várias cópias encalhadas em casa e nem estou nadando em dinheiro.  O livro tem - Até agora - 120 páginas. É claro que ele vai passar por mais revisões, mas não acho que ficará com muitas páginas. 

Sacrifício também vai sair no ano que vem, mais para o final do ano. Nossa!Tanto tempo assim! Bem, vou contar dois detalhes. Um: Atualmente estou brigando contra uma tendinite. Nada muito grave, quando o negócio começou a ficar mais feio já fui atrás de um médico, porque não suporto dor. E por essa razão estou escrevendo meus livros em passo de tartaruga. Dois: Não sei se todos os autores sofrem disso, mas quando crio uma série, o primeiro livro é difícil de escrever, o segundo é mais fácil e o último é uma missão impossível. Ah! Mas A Chave Mestra tem quatro livros! Sim, é verdade, mas Sacrifício e A Guardiã estão "interligados". 

A Guardiã se passará vinte anos no futuro, após os eventos de Sacrifício. Por isso vou escrever ambos ao mesmo tempo. Para não correr o risco de deixar detalhes soltos. Quando se escreve uma série, o autor precisa reler o livro que está escrevendo no momento várias vezes e reler os anteriores. Não posso me contradizer adiante. Tudo precisa estar em sincronia.

Trilogia Almas.

Esse provavelmente será o trabalho que terminarei primeiro. O terceiro volume já está sendo escrito e se continuar no ritmo que está sai ainda este ano. Talvez lá para o final do ano. 

Lua Escarlate

Essa série está encantada. Não sei se isso é uma coisa boa ou não. 

O primeiro livro da série "Água & Vinho" está atualmente na Editora APED, porém não tive muita sorte com a editora e pedi o cancelamento do contrato, que venceu no mês de Abril. Entrei em contato com a editora e me disseram que mandariam o contrato de cancelamento. Isso foi há quase dois meses. Hoje mandei um email perguntando o motivo da demora. Vamos ver quando recebo uma resposta.

Como não posso publicar ainda o primeiro livro, não quero publicar os outros. Os três livros estão passando por uma nova revisão. Algumas cenas novas foram incluídas, outras alteradas e outras jogadas no lixo. Assim como alguns personagens. Como era muito amadora criei personagens demais e alguns deles não acrescentavam em nada, só estavam lá para encher linguiça. 

Por que você não publica por uma editora?

Publicar por uma editora não é tão fácil quanto parece. Já publiquei em uma editora por demanda, ou seja, paguei para ser publicada. Quero deixar claro que não sou contra esse método. Se a editora é pequena tem mais é que cobrar. Porém, a editora precisa fazer um trabalho que preste. Fazer uma revisão decente, uma diagramação e capa legal. E não ficar de mimimi quando o autor, que pagou pelo serviço, diz que a capa está estranha e é preciso trocá-la. Sim, eu ainda estou com raiva da capa. Aliás, jamais vou esquecer que a editora disse que "Os leitores não entendem de detalhes técnicos, eles só entendem o que é bonito ou feio". Posso ser autora, mas sou leitora e gosto de uma capa bonita. É claro que a sinopse sempre me chama mais atenção do que uma capa, contudo, sei que para muitos leitores a capa é primordial. É o convite para que ele queira pegar o livro, abri-lo e ler a sinopse. Atire a primeira pedra quem nunca comprou um livro pela capa. Eu já. E vocês?

Por esse motivo fiquei traumatizada por editoras por demanda. Não estou dizendo que todas as editoras por demanda são fajutas. Mas estou sofrendo aquele complexo de namorada traída. Todo o homem que eu vejo parece encrenca e das grandes. Por isso se um dia eu for publicar por uma editora, será por uma não paga. 

Tá! Eu sei, estou sonhando alto e nem sou tão boa assim.  Mas sonhar ainda não é pecado e faz bem para a alma. 
Por isso vou continuar na Amazon e Clube de Autores. Ambos os sites se tornaram o meu cantinho, e estou feliz com ele. Sei que não participo de eventos, feiras, bienal do livro. Mas eu me contento com pouco. Os oito ou dez emails por semana já me alegram e muito. Por isso continuem mandando. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário