sexta-feira, 9 de outubro de 2015

(Resenha) Todas as Cores - Antologia


 
Sinopse: Todas as Cores é uma antologia de contos que tem como objetivo divulgar e promover a literatura LGBT. Mostrar que há autores nacionais talentosos e que escrevem seus livros de formas distintas, abordando as diversidades de temas, sexualidade e gênero. Cada conto será uma nova experiência a você, leitor.


Resenha:
Neste ano fui questionada por uma leitora se eu lia livros do gênero LGBT. Respondi que a única autora que li do gênero e amei foi a Josiane Veiga. Li outros autores, mas suas tentativas foram frustrantes. Livros com temática homoafeitva podem ser desastrosos se não forem bem escritos.
No início do ano baixei diversos contos na amazon e li todos no mês passado e o resultado foi zero de aproveitamento. Os contos eram vazios de sentimentos ou deixavam a entender que homossexuais são um bando de promíscuos. Expliquei tudo isso a minha leitora que recomendou que eu lesse dois autores: Nina Gurgel e Icaro Trindade.

Tentei baixar os livros pela amazon, mas na hora de fechar a compra o site deu pau. O que foi estranho, já que comprei diversos livros e nunca tinha tido problemas. Então, há umas duas semanas encontrei a antologia “Todas as Cores” numa promoção gratuita na amazon. Era a oportunidade para finalmente ler algo dos autores recomendados e conhecer outros.
Por ser uma antologia, nem todos os contos me agradaram. Então vou falar aqui os que mais amei.

Cama de Gato – Nina Gurgel: Apesar de ser um conto num universo peculiar. O estranho faz o maior sentido.

Caim – Tom Adams: É interessante quando um autor pega uma história já conhecida e dá sua própria marca. E fiquei feliz em saber que o conto é o início de um livro.

O Primeiro Beijo – Robson Gabriel: Por ser uma autora que escreve para o público jovem, não podia deixar de amar esse conto. A maneira que o autor aborda o primeiro amor foi incrível. Não ficou forçado. Adorei.

Laços de Amor – Marja: Por ser uma pessoa muito ligada á minha família e por ter apenas meus irmãos. O relacionamento entre os quatro personagens do conto me emocionou.

Já Te Vi Antes – Icaro Trindade: Devo informar ao autor, que seu conto foi baseado na história de vida do meu amigo de faculdade. Na mesma semana que o meu amigo perdeu o emprego, foi assaltado e levou um fora. Ele só não largou tudo aqui em São Paulo porque eu e uma galera insistimos pela sua permanência. Só posso dizer que o conto me proporcionou altas gargalhadas.

Agora sinto informar a Josy, que seu posto de única autora do gênero LGBT que eu li foi tomado por outros autores. E em breve vou ler mais livros dos autores da antologia. 

SKOOB 

3 comentários:

  1. Rsrsrs, obrigada pelo homenagem ♥
    Foi um bom livro ♥ Com certeza, esperança para o gênero ♥
    Mil bjs

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário, Catalina. Att: Tom <3

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, de verdade pelo comentário, fiquei mega feliz que tenha gostado do meu conto <3

    ResponderExcluir