domingo, 15 de março de 2015

(Resenha) Métrica - Colleen Hoover


Título: Métrica
Autor: Colleen Hoover
Páginas: 304
Editora: Galera Record

Sinopse: Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.

Resenha:

Sabe aquele livro que todo mundo elogia e você fica com a pulga atrás da orelha?
Não tenho muita sorte com livros que são super elogiados. Normalmente, os leio e me decepciono bonito. Foi assim com Crepúsculo, Fallen, Marcada e Morto ao Anoitecer. Por isso já fiquei vacinada contra livros muito elogiados.

Por essa razão quando peguei emprestado Métrica da autora Colleen Hover, fiquei com os dois pés atrás. A amiga que emprestou queria que eu levasse a trilogia completa, dizendo que eu me arrependeria depois. Mas não quis saber, fiquei apenas com o primeiro volume. 
No mesmo dia li o primeiro capítulo e minha decepção foi imediata. Pensei que se tratava de um livro besta. Um romance sem sal e sem açúcar. E estava mais do que disposta a devolver o livro, mas a minha amiga disse que o primeiro capítulo realmente era chato e que eu precisava ler pelo menos umas trinta páginas. 

Novamente peguei o livro e disse a mim mesma “Se eu ler até a página trinta e for ruim, vou devolver amanhã mesmo”. 
Apenas digo uma coisa: comecei a ler a uma da manhã e fui até as cinco e meia da manhã. Quando dei por mim já tinha lido duzentas páginas.

Métrica é um romance fofo. Diria que é um livro especialmente para o público entre 15 e 24 anos. Mas apesar da fofura, o livro não deixa a desejar. A trama foi bem elaborada, os protagonistas foram bem desenvolvidos e até os secundários. 

Não é um livro que apenas mostra o amor entre dois jovens, mas o amor deles por sua família. O que é algo que sinto falta nos livros. 

Agora vou pegar os outros volumes emprestado. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário