quarta-feira, 10 de setembro de 2014

(Resenha) Desejo dos Mortos - Kimberly Derting


Sinopse: Violet Ambrose tem o dom secreto de perceber os mortos. Não todos: só as vítimas de assassinato. Ela identifica sinais, ecos que a conduzem até os corpos desaparecidos e, conseqüentemente, até seus algozes. Poucos sabem dessa sua habilidade, mas a descoberta de um cadáver pode chamar a atenção de muita gente – inclusive do FBI.
Enquanto tenta manter seu segredo, Violet involuntariamente torna-se objeto de uma perigosa obsessão. Seu primeiro impulso, como sempre, seria pedir ajuda ao melhor amigo Jay – porém, agora que os dois são um casal, as coisas não funcionam mais assim. Ele passa cada vez mais tempo com o novo colega, Mike, e Violet tem oportunidade de sobra para pensar e repensar sobre o que, afinal, está fazendo seu namoro dar errado. É então que ela se dedica a investigar a vida do recém-chegado, Mike, e na trágica história familiar do garoto. Violet se depara com uma verdade capaz de colocar todos em perigo.

Resenha:

Agora que acabei de escrever dois livros, posso me dedicar novamente ao blog, ler livros, assistir filmes e responder os recados dos meus leitores.

Vamos começar com uma resenha: Desejo dos Mortos, a continuação de Ecos da Morte.

No segundo volume da série The Body Finder, vemos Violet tentando se entender com seu dom e, é claro com o namorado/amigo Jay.
No primeiro livro os dois acabam na mira de um serial killer, e talvez por ter colocado a vida do namorado em perigo, Violet tenta esconder certas coisas. Ela já não consegue mais confiar em Jay como antes.

E tudo piora depois de dois acontecimentos: a chegada de um aluno novo, Mike, que se torna amigo de Jay e vira alvo de uma das amigas de Violet, que fica obcecada em conquistar o novato, e a descoberta do corpo de um menino de cinco anos, nas docas em Seattle.

Numa bela tarde Violet e a amiga vão a cidade de Seattle fazer comprar, quando Violet é atraída até as docas. Após verificar o pode ser, ela descobre que é seu dom se manifestando.

Violet tenta ignorar aquele corpo, mas durante a madrugada, ela retorna as docas e telefona para a polícia sobre o que encontrou. Porém, aquele telefonema inofensivo cai na mira do FBI, que começa a persegui-la, na esperança de descobrir, como ela foi capaz de encontrar um corpo, que não estava visível.

Apesar de ter amado o primeiro livro da série, sua continuação não me agradou tanto. O livro não é ruim, tem coisas bacanas e mistério, mas não possui o encanto do primeiro, que tinha sequestros e um serial killer.

Outra coisa que me irritou um pouco foi o drama entre Violet e Jay. Os dois estão cheios de mimimi. Uma hora é culpa de Violet, na outra de Jay e às vezes é dos dois.

É claro que o livro deixa algumas coisas sem explicação, que provavelmente serão respondidas na continuação. Ainda sem data para ser lançada no Brasil.

Apesar do livro ter sido morno, quero muito ler a continuação.


Um comentário:

  1. Já li os dois primeiros volumes também, e, sinceramente, acho que o enredo é ótimo. Porém, tive a impressão de que a autora se perdeu na história, principalmente ao construir - e dar continuidade - aos personagens.

    ResponderExcluir